quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Edgar Allan Poe



Nascido dia 19 de Janeiro de 1809 em Bostom e falecido dia 7 de Outubro de 1849 em Baltimore, Edgar Allan Poe, foi um autor, poeta, editor e crítico literário estadunidense, fez parte do movimento romântico americano e um dos primeiros autores americanos de conto. 

Poe ficou mais conhecido também como o primeiro autor de um romance policial moderno e por suas histórias macabras, com atmosfera gótica, como no poema O Corvo e o conto A queda da casa de Usher. Ele é uma grande fonte de inspiração para vários artistas.

Seu pai, que era ator, o abandonou com sua mãe, que também era atora e mais tarde veio a falecer.  Após isso foi acolhido por um casal de franceses, que o levaram para  uma longa viagem a Escócia e Inglaterra, onde recebeu educação clássica.
Frequentou uma faculdade em Virgínia, mas a deixou por falta de dinheiro, porém há alguns boatos dizendo que Poe foi expulso. 

Após ter saído da faculdade, Poe entrou nas forças armadas, serviu durante 2 anos e depois que falhou como cadete foi dispensando.
Sua carreira começou humildemente com a publicação de uma coleção anônima de poemas. Em 1827, Edgar escreve Tamerlane and Other Poems.

Poe passou a trabalhar para revistas e jornais e ficou conhecido pelo seu estilo de critica literário. Mudou-se para várias cidades por conta de seu trabalho.
Casou-se em 1835 com Virginia, sua prima de 13 anos. 

Em 1845 publicou O Corvo, um poema de muito sucesso. Em 1847 sua esposa morreu de tuberculose.
Em 7 de outubro de 1849, antes que uma produção de seu próprio jornal pudesse ser publicado, Edgar Allan Poe falece aos 40 anos e a causa de sua morte é desconhecida. Tudo o que se sabe sobre seu fim é que, foi encontrado nas ruas de Baltimore, com roupas que não eram as suas, em estado de psicose causada por algum tipo de abstinência que pode ser causada pela falta de álcool ou de remédios. No delirium tremens o afetado vê insetos asquerosos, e é um delírio fatal, pois há o desequilíbrio hidro-eletrolítico do corpo.

Poe foi levado ao hospital aonde veio há falecer quatro dias depois, mas nunca conseguiu estabelecer um discurso suficientemente coerente, de modo a explicar como tinha chegado à situação na qual foi encontrado. As suas últimas palavras teriam sido, de acordo com determinadas fontes: “Está tudo acabado: escrevam Eddy já não existe”.
Algumas de suas obras:
A Dream Within a Dream
Alone 
To Helen 
The Narrative of Arthur Gordon Pym
Silence
Lenore 
The Black Cat 
Dreamland 
The Raven
Eureka 
Annabel Lee
The Coliseum
Sonnet:To Zante
The Haunted Palace
FairyLand
Berenice 
Ligeia 
The Masque of the Red Death
The Murders in the Rue Morgue
The Mystery of Marie Rogêt)

Curiosidades:
O filme The Murders in the Rue Morgue (Os assassinatos na Rua Morgue) teve uma adaptação para cinema e foi estreado por Bela Lugosi em 1932. Mais tarde o filme passou a ter novas versões.

Tim Burton (Clique e veja a postagem), grande autor do mundo moderno, que adora contos de horror é inspirado nos livros de Poe que lia quando era criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário