sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Acolha-me

Estou trabalhando em uma música e para iniciar o mês de outubro no Alba Lupus deixarei um pedaço dela aqui para meus leitores:



Quando o mundo em trevas caiu 
ninguém sentou ao meu lado.
Meu coração ficou quebrado.
Não pertenço a este lugar,
necessito me afastar.
Dormirei eternamente
e deixarei a morte contente.

Ela sempre caminhou comigo
em teus braços, meu abrigo.

Deusa vem me acolher
é no teu manto estranho
que vou sobreviver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário