terça-feira, 26 de junho de 2012

Este mundo

Meus dedos gelados tentam limpar lagrimas negras 
que caem sem parar impedindo-me de enxergar as coisas.
Onde está toda alegria que me prometestes papai?
Eu já sabia que meu mundo não teria bonecas 
com lindos vestidos cor de rosa
Então, eu tento caminhar, mas caio. 
E agora mamãe, o que faço?
Quero destruir todos os meus brinquedos,
decorá-los como exatamente sou,
como me sinto.
Um pedaço de alguma coisa controlada e descartável.
Este mundo é doloroso,
sou julgada e torturada.
Depois, apenas serei morta.
Apodrecerei.
Então me diga, para que tanta esperança?
O final será sempre igual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário