sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sexta-feira 13, o mito


Azar na Sexta-feira 13, de onde surgiu essa superstição?

Essa crença não é de hoje. As histórias que dão “sentido” a essa superstição foram relatadas em diversas culturas remontadas muito antes de Cristo.

Em relação ao número 13, na numerologia ele é tido como um número irregular, sinal de infortúnio. No Tarô, a carta 13 representa a morte.

Algumas pessoas nem saem de casa neste dia, as que saem evitam passar debaixo de escadas, se assustam logo ao ver gato preto outras o aproveitam para assistir filmes, contar histórias e muito mais.


Cristianismo
Este mito também tem início e raízes cristãs.
A última ceia
Segundo a lenda, este azar prende-se com o facto de Jesus Cristo ter sido crucificado nesse dia da semana, sexta feira. E o número 13 surge associado a Jesus, por causa da última ceia.
Na última ceia, antes da crucificação, Jesus sentou-se à mesa com os seus 12 Apóstolos, logo, ele seria o décimo terceiro à mesa, o número 13.


Ordem dos Cavaleiros Templários  
A Ordem dos Cavaleiros Templários foi fundada no século XII. Rumores da sua influência e das suas acções incomodavam tanto que, em Outubro de 1307, numa sexta-feira, 13, Filipe IV, da França, ordenou uma 'caça às bruxas'.
Todos templários encontrados no país foram presos, excomungados e queimados na fogueira. Outros desapareceram. 
Após cinco anos, os templários deixariam de existir, acusados de heresia.


Mitologia Nórdica
Os Deuses
 Diz essa lenda que estavam presentes 12 deuses num banquete e que, sem ser convidado, apareceu Loki,  o Deus da Discórdia, do fogo e da maldade, que provocou a morte a Beldor.


Friga, a vingança da Deusa
Quando as tribos nórdicas e germânicas se converteram ao cristianismo, a Deusa do Amor e da Beleza, Friga, foi transformada em bruxa.
E diz a lenda que Friga não gostou desta 'humilhação' e que, desde então, todas as sextas-feiras, se junta a outras 11 bruxas e ao próprio Diabo, e que, juntos, os 13 se vingam dos humanos rogando-lhes pragas e maldições.
Friga  está na origem de uma outra palavra que derivou desta: Fridagr, que significa sexta-feira.

E é esta a origem das superstições hoje em dia sobre a Sexta-feira 13.

Um comentário: